15 de Julho de 2024

Memória às vítimas de trânsito: painel é instalado no Farol da Barra

Luzes de 111 velas se juntaram à iluminação do Farol da Barra, na noite da sexta-feira (17). A ação especial representa o número de pessoas mortas no trânsito da capital baiana em todo ano passado. A iniciativa da Prefeitura de Salvador, por meio da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), ocorre em alusão ao Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito, que acontece no próximo domingo (19). 

Em parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (Bigrs), este é o quarto ano que Salvador se junta a outras cidades do mundo para lembrar as vidas perdidas e pessoas feridas por conta de sinistros no trânsito. O painel com as velas de lâmpadas de LED, que ficou exposto no Largo do Farol da Barra, também ajudou a conscientizar a população sobre a importância de ser prudente e responsável, para a redução de sinistros fatais. 

"Este monumento serve para nos recordar cada vida perdida no trânsito no ano de 2022. Percebemos que Salvador vem reduzindo o número de vítimas fatais em decorrência de acidentes, mas devemos sempre lembrar que todo acidente é evitável com a adoção de condutas responsáveis, e nenhuma morte é aceitável", afirma o superintendente da Transalvador, Decio Martins. 

David Pimenta, que caminhava pela Barra, parou para ver o monumento iluminado e destacou a importância de ações como esta para conscientizar sobre condutas corretas no trânsito. "É sempre bom essas campanhas, até porque hoje o trânsito do Brasil é um dos que mais mata. A gente tem que estar sempre fazendo a nossa parte, usando cinto de segurança, utilizando a velolciadde adequadda. São fatores determinantes para que possamos reduzir esse número elevado de vítimas no trânsito", diz. 

Mais vidas preservadas – Em todo ano de 2022, 3.411 pessoas ficaram feridas em acidentes na cidade. Apesar dos números ainda alarmantes, a capital baiana tem reduzido significativamente o índice de sinistros de trânsito nos últimos anos. Há dez anos, em 2012, foram registradas 247 mortes e 6.962 feridos em decorrência de sinistros no trânsito soteropolitano. 

Nesse período, os números de ocorrências indesejadas vêm diminuindo a cada ano. Isso fez com que Salvador se destacasse como uma das cidades do mundo que superaram a meta da Organização das Nações Unidades (ONU), para redução de 50 por cento de mortes no trânsito, entre 2011 e 2020. 

Salvador foi a primeira cidade do Brasil a assinar uma carta de compromisso com a ONU, com o objetivo de reduzir em 50% o número de mortes, até 2030. "Para avançar ainda mais, continuaremos investindo em fiscalização, melhorias viárias e ações educativas. Aliado a isso, manteremos o esforço conjunto com outros órgãos e entidades para, juntos à população, fazermos mantermos Salvador dentre as cidades que mais preservam vidas no trânsito", explica Martins. 

Parceria – A Iniciativa Bloomberg é um dos parceiros que apoiam a Transalvador no desafio da promoção da segurança viária na cidade. A entidade internacional apoia a Transalvador deste a primeira ação realizada na cidade em lembrança às vítimas de acidentes de trânsito, em 2020.  

Fernando Coelho, coordenador executivo da Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global (BIGRS) em Salvador, destaca a importância de iniciativas como estas. "Em 2022, alcançamos o menor índice registrado na série histórica das estatísticas de fatalidades no trânsito de Salvador. Isso se deve ao empenho da Transalvador em embasar suas ações em dados concretos. A abordagem sistemática para monitorar pontos críticos e analisar todas as dinâmicas nas vias da cidade tem viabilizado a sugestão e implementação de medidas que contribuem significativamente para aprimorar a segurança viária dos soteropolitanos", relata. 

 

Foto: Lucas Moura/ Secom PMS

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos