11 de Agosto de 2022

Moro bloqueia R$ 6 mi de Tiago Cedraz e de Sérgio Tourinho Dantas

 Os advogados Tiago Cedraz e Sérgio Tourinho Dantas, investigados na Operação Abate II, da 45ª fase da Lava Jato, tiveram R$ 6 milhões em suas contas bloqueados após decreto do juiz federal Sérgio Moro.

Os advogados Tiago Cedraz e Sérgio Tourinho Dantas, investigados na Operação Abate II, da 45ª fase da Lava Jato, tiveram R$ 6 milhões em suas contas bloqueados após decreto do juiz federal Sérgio Moro.
 
Segundo o Estadão, a medida foi adotada a pedido da Polícia Federal e da Procuradoria da República em Curitiba, base da Lava Jato, sob argumento de que Cedraz e Tourinho fazem parte de ‘esquema criminoso’ instalado na Petrobras.
 
O valor do bloqueio seria referente à comissão que os advogados receberam na contratação da empresa americana Sargeant Marine pela Petrobrás – operação que envolve, ainda, o ex-líder dos Governos Lula e Dilma na Câmara, Cândido Vaccarezza.
 
Para o magistrado, ‘não importa se tais valores, nas contas bancárias, foram misturados com valores de procedência lícita’. Em sua decisão, o juiz da Lava Jato observa que Sérgio Tourinho Dantas e Tiago Cedraz Leite Oliveira seriam, de acordo com a PF, as siglas ‘ST’ e ‘TC’ que constam de planilhas de distribuição de propinas e que foram apreendidas.
 
Ao Estadão, o advogado Tiago Cedraz reitera sua tranquilidade quanto aos fatos apurados por jamais ter participado de qualquer conduta ilícita, confia na apuração conduzida pela Força Tarefa da Lava Jato e permanece à disposição para quaisquer esclarecimentos necessários.
 
 
 
 
Fonte: Bocão News
Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos