11 de Agosto de 2022

Polícia Federal aponta falhas nas delações da Odebrecht

Odebrecht

 

A Polícia Federal identificou falhas nas delações da Odebrecht que, em sua avaliação, dificultam e comprometem as investigações das informações passadas à Procuradoria-Geral da República. Os investigadores apontam exagero, por exemplo, no número de delatores, a mudança de versão por parte de alguns deles e o fato de até hoje não terem acesso aos sistemas que embasaram as planilhas de repasses de dinheiro, caixa dois ou propina, a parlamentares.

Os policiais também se queixam da ausência de documentos que comprovem as narrativas dos colaboradores, conforme aponta reportagem do jornal Folha de S. Paulo desta segunda-feira (31).

As delações da empreiteira baiana envolvem oito ministros, 39 deputados e 24 senadores. PF e PGR estão divergindo, desde o início da operação, em relação ao formato de delação premiada.

A falta de consistência em algumas delações levou a PF a preparar algumas manifestações de questionamento contra a concessão de benefícios dada pela PGR aos delatores. 

 

 

Fonte: Bocão News

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos