11 de Agosto de 2022

Vitória perde para o Grêmio e acumula mais uma derrota em casa

Em busca de virar a página e sair da zona de rebaixamento, o Vitória recebeu o Grêmio, no estádio do Barradão, na noite desta quarta-feira (19), em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Se ao Leão só interessava os três pontos, o placar ficou aquém da expectativa: derrota por 3 a 1.

Precisando vencer, o time da casa foi pra cima. Com 1 minuto do primeiro tempo, a primeira boa chegada foi com Cleiton Xavier, que recebeu na entrada da área e arriscou o chute sobre a meta de Marcelo Grohe. A resposta adversária veio logo aos 6, esta sem chances para Fernando Miguel. Após falta de René em Fernandinho, o atacante gremista cobrou com estilo para abrir o placar.

O Vitória até tentava esboçar reação. Aos 42, Alan Costa lança Caíque pela direita que, de primeira, cruza para o desespero de André Lima. Por pouco o atacante não chega para empatar.

Fazendo jus ao ditado de que “quem não faz, leva”, a ofensiva do Grêmio veio mais uma vez infalível, apenas um minuto depois. Pedro Rocha recebeu na área, ajeitou para Fernandinho, escorregando para Arthur tocar na saída do goleiro. Com mais um tento, o Grêmio foi para o vestiário com a vantagem de 2 a 0.

Para o segundo tempo, Gallo mandou David para campo em substituição a René, com cartão amarelo. Sem muitos avanços na parte tática, mais uma tentativa aos 10 minutos: sai Cleiton Xavier, bastante vaiado, e ganha vez Yago.

Deu certo momentaneamente. Na primeira chance clara de gol, quando o marcador apontava 12 minutos, David não desperdiçou. Bola no fundo da rede, diminuindo o placar no Barradão. A narrativa, porém, em muito se assemelhava à etapa inicial: o Vitória atacava e o Grêmio respondia na mesma moeda e com mais eficiência. Aos 17, Ramiro colocava por água abaixo as esperanças rubro-negras. O atacante Pedro Rocha cruzou pra trás e o volante bateu firme para o fundo da rede. Novamente o time gaúcho abria dois gols de vantagem, o 11º sofrido pelos baianos em apenas três jogos.

A última mudança veio com Patric no lugar de Caique Sá. No desespero, a principal jogada do Vitória era a bola alçada na área, sem efeito.

Desprovido de muitas emoções, o que restou do embate, além de mais um revés, foram as vaias e broncas por parte da torcida: ao técnico Gallo, ao presidente Ivã de Almeida e aos próprios jogadores. Um dos poucos poupados foi o lateral-direito Caique Sá, válvula de escape do time em boa parte do duelo, e o volante Uilian Correira, oferecendo poucos momentos de perigo em arremates de longa distância.

Com os mesmos 12 pontos, o próximo compromisso do Leão é novamente sob o seu domínio. Desta vez, contra a Chapecoense, no sábado (22), às 16h.

 

 

 

Fonte: Varela Notícias

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos