11 de Agosto de 2022

Bahia vence Atlético Mineiro fora de casa e se distancia da zona de rebaixamento

Após o indigesto empate contra o Avaí, no último domingo (16), na Arena Fonte Nova, a equipe do Bahia voltou a campo nesta quarta-feira (19) para enfrentar o Atlético-MG, no Independência, em confronto válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Quem levou a melhor foi a equipe do técnico Jorginho, em excelente partida de Juninho.

 

Após o indigesto empate contra o Avaí, no último domingo (16), na Arena Fonte Nova, a equipe do Bahia voltou a campo nesta quarta-feira (19) para enfrentar o Atlético-MG, no Independência, em confronto válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Quem levou a melhor foi a equipe do técnico Jorginho, em excelente partida de Juninho.

Dentro de campo, o principal objetivo do Tricolor era quebrar o tabu de 15 anos sem vencer o rival mineiro e, consequentemente, voltar pra Salvador com os três pontos. A última vez em que levou a melhor foi em 2002, na goleada de 5 a 3, dentro de casa. Desta vez, a história reservou novos capítulos: vitória do Bahia por 2 a 0.

A novidade para o duelo foi a saída do meia Régis para a entrada de Vinícius. Com as linhas baixas inicialmente e adotando uma postura defensiva, o Bahia foi quem abriu o marcador aos 9 minutos. Após cruzamento de Juninho, Zé Rafael se livra da marcação e é derrubado por Fred. Na cobrança, o próprio Juninho foi pra cobrança. Bola de um lado, goleiro do outro, e o Bahia em vantagem.

A resposta do time mandante veio aos 21. Gabriel avançou até a intermediária, sem marcação, chutando com veneno muito próximo da meta do goleiro Jean. O maior lance de perigo do Galo, no entanto, foi aos 30, quando Jean espalmou a bola nos pés de Fred, que chutou forte, obrigando o zagueiro Lucas Fonseca a se jogar na bola e salvar o que seria o empate.

No lado do Bahia, levou destaque João Paulo, com boa movimentação e força no duelo com os zagueiros atleticanos, além do goleiro Jean, que garantiu a vitória parcial no primeiro tempo após lançamento que deixou Fred sozinho, finalizando para grande defesa aos 38.

No retorno para a etapa final, o Galo seguia fazendo o dever de mandante: indo pra cima. No primeiro minuto, Cazares cruzou na cabeça de Fred, que subiu com estilo pra cabecear. Mais uma boa defesa do arqueiro tricolor.

A primeira substituição do técnico Jorginho veio aos 18 minutos, saindo Vinicius para a entrada de Eder. A postura do Bahia seguia a mesma: marcação no 4-1-4-1 com Éder entre as linhas e o restante do time da intermediária para trás.

Segurando o resultado, a melhor jogada tricolor na etapa final foi com o lateral Eduardo, aos 26, chutando cruzado para desvio do zagueiro atleticano, que quase marca contra.

Para sacramentar a vitória, Juninho repetiu a dose já no fim do jogo, aos 42 minutos, que anota um golaço em pancada do meio da rua. Fim de papo: 2 a 0 Bahia.

Voltando para Salvador com mais três pontos na bagagem, o próximo desafio é fora de casa, contra o Santos, no próximo domingo (23), às 11h.

 

 

Fonte: Varela Notícias

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos