03 de Julho de 2022

Eclipse deixa a Lua avermelhada e encanta observadores na madrugada desta segunda (16)

"Olhem a Lua", recomendaram internautas nas redes sociais entre a noite deste domingo (15) e a madrugada desta segunda-feira (16), em um alerta para o eclipse total da Lua que deixou muita gente acordada até mais tarde para observar o evento astronômico.

Esse tipo de eclipse acontece de duas a três vezes por ano, mas nem sempre é plenamente visível em todos os cantos do mundo. Dessa vez, a América do Sul pode acompanhar o evento do início ao fim.

A Lua de sangue, como esse fenômeno é popularmente conhecido, pode ser apreciada não só na América do Sul, mas também na América Central e parte da América do Norte, bem como em algumas áreas da Europa e África.

O satélite com tons avermelhados é o resultado do momento em que a Lua cruza a sombra da Terra, iluminada pelo Sol. Quando Sol, Terra e Lua se alinham, exatamente nessa ordem, nosso satélite natural passa por trás da sombra terrestre. É esse o eclipse lunar, que pode ser parcial, se a sombra ocupa somente um pedaço da Lua, ou total, caso a superfície lunar chegue a se esconder inteiramente sob a sombra.

Informaçõs da Folhapress / Foto: Gabriel Cabral/Folhapress

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos