22 de Maio de 2022

Governo reduz imposto de importação de 11 produtos para tentar conter inflação

O Ministério da Economia anunciou nesta terça-feira (11), que vai reduzir o imposto de importação de 11 produtos com a justificativa de tentar conter o impacto da inflação. A lista inclui carne de boi, pedaços de carne de frango, trigo, farinha de trigo, milho em grão, bolachas, biscoitos e outros produtos de padaria e pastelaria. Todos  tiveram o imposto zerado. A medida foi aprovada em reunião do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) nesta manhã e vale até o dia 31 de dezembro de 2022. “Sabemos que essas medidas não revertem a inflação, mas aumentam a contestabilidade dos mercados. Então um produto que está começando a crescer muito de preço, diante da possibilidade maior de importação, os empresários pensam duas vezes antes de aumentar”, afirmou o secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, em coletiva de imprensa. 

“Nós estamos adicionando novos produtos, para os quais também foi identificada uma grande alta de preço nos últimos meses e uma possibilidade de um aumento da concorrência por meio da entrada de mais produtos importados, tentando empurrar os preços para baixo e conter esse movimento inflacionário no país”, explicou a secretária-executiva da Camex, Ana Paula Repezza. O comitê também anunciou a redução da alíquota de importação de dois tipos de vergalhão de aço de 10,8% para 4%, atendendo um pedido da indústria da construção civil. O imposto do ácido sulfúrico caiu de 3,6% para zero, e o fungicida mancozeb de 12,6% para 4%

Informações da Jovem Pan / Foto: Ministério da Economia

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos