22 de Maio de 2022

Família descobre que pode ficar milionária com vaso 'esquecido' na cozinha; entenda

Há quarenta anos, uma família comprou um vaso decorativo sem imaginar que, anos depois, o artefato seria descoberto como uma relíquia chinesa que pode ser vendida por quase R$ 1 milhão. O caso aconteceu na Inglaterra e o objeto, que é datado do século XVIII, período da dinastia Qianlong, irá a leilão no dia 18 de maio.

De acordo com a casa de leilões Dreweatts, o vaso foi adquirido por um médico cirurgião nos anos 80 e, depois, passado para o seu filho, atual dono do objeto. O proprietário da relíquia mantinha ela na cozinha, sem imaginar o valor do item. Há quarenta anos, uma família comprou um vaso decorativo sem imaginar que, anos depois, o artefato seria descoberto como uma relíquia chinesa que pode ser vendida por quase R$ 1 milhão. O caso aconteceu na Inglaterra e o objeto, que é datado do século XVIII, período da dinastia Qianlong, irá a leilão no dia 18 de maio.

De acordo com a casa de leilões Dreweatts, o vaso foi adquirido por um médico cirurgião nos anos 80 e, depois, passado para o seu filho, atual dono do objeto. O proprietário da relíquia mantinha ela na cozinha, sem imaginar o valor do item. Os lances iniciais para levar o vaso para casa são de R$ 621 mil. A expectativa é de que ele seja vendido por até R$ 933 mil. Em 2013, em Nova York, um caso parecido aconteceu.

Uma família americana comprou um pequeno vaso chinês em um bazar por R$ 6 (US$ 3), de acordo com a cotação daquele ano. Assim que souberam que o objeto se tratava de uma relíquia, os proprietários o venderam por R$ 4,3 milhões (US$ 2,2 milhões) em uma casa de leilões.

 

 

 

Bnews

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos