03 de Julho de 2022

Homem que matou, mutilou, ateou fogo e bebeu sangue da vítima é condenado a 28 anos

André Soares Ferreira, 39 anos, foi condenado, na última segunda (18), a 28 anos de reclusão, 1 ano e 6 meses de detenção em regime fechado por matar, mutilar, carbonizar e beber o sangue de Antônio Carlos Pires de Lima, 33. Da vítima, restou apenas 419 fragmentos ósseos carbonizados, após o crime cometido em 4 de outubro de 2021, na região de Samambaia Norte, no Distrito Federal “Merece destaque nessa investigação o comprometimento e a excelência do trabalho realizado pelo IML e IPDNA, os quais identificaram e relacionaram a ossada encontrada como sendo da vítima.

Também importante ressaltar o excelente trabalho e empenho da Vara do Júri de Samambaia e Promotoria do Júri da Samambaia”, explicou o delegado Rodrigo Carbone, que conduziu a investigação, em entrevista ao Portal Metrópoles. A condenação se deve, em parte, as provas forenses. Resultado do trabalho do Instituto Médico Legal (IML), dos peritos do Instituto de Criminalística (IC) e dos profissionais do Instituto de Pesquisa de DNA Forense (IPDNA).

O crime Segundo investigações da Polícia Civil, a vítima foi morta enquanto dormia em um sofá que estava na casa abandonada, palco do crime. “Apuramos que a vítima foi morta a golpes de tesoura e teve a boca tampada pelas mãos do autor, que usava uma luva de motociclista”, contou O delegado adjunto da 26ª Delegacia de Polícia, Rodrigo Carbone, que conduziu as investigações.

A versão dada pelo homicida, envolveria rituais de magia, onde ele chegou até a ameaçar os policiais, afirmando que teria proteção espiritual. “Vamos ver quem tem mais proteção”.

 

 

Bnews

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos