05 de Julho de 2022

Biden chama Putin de 'criminoso de guerra'

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, subiu o tom contra Vladimir Putin na quarta-feira (16) e disse que o presidente russo é "um criminoso de guerra". A declaração foi dada quando o americano falava a jornalistas sobre a invasão da Ucrânia por Moscou, após anunciar um novo pacote de auxílio a Kiev. Por coincidência, a frase é dita um ano depois de Biden ter feito outra crítica pesada a Putin. Em março passado, um jornalista do canal ABC perguntou ao presidente americano se ele acreditava que o homólogo russo era um assassino.

"Sim, eu acho", respondeu o democrata Pouco depois da declaração desta quarta, o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, classificou a fala de Biden como "retórica inaceitável e imperdoável". Em meio à troca de acusações, o Kremlin e a Casa Branca fizeram um contato diplomático pela primeira vez desde o início da guerra. Também parece ter havido avanços nas negociações com a Ucrânia -o jornal britânico Financial Times relatou que Moscou e Kiev já discutem a minuta de arranjo para ao menos lograr um cessar-fogo. Até agora, segundo a ONU, ao menos 726 civis foram mortos desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, em 24 de fevereiro, incluindo 64 crianças. A organização alerta que a cifra real deve ser ainda maior.

 

 

Bnews

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos