11 de Agosto de 2022

CBF tem eleições marcadas para o dia 23; saiba como vai funcionar o pleito

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) marcou suas eleições para o próximo dia 23 de março, na sede da entidade no Rio de Janeiro. Na oportunidade, o novo presidente, os oito vices, três membros titulares e outros três suplentes do Conselho Fiscal serão escolhidos.

As chapas que desejarem concorrer ao pleito, que neste ano já será realizado sob as novas regras eleitorais da entidade, deverão se inscreverem até cinco dias antes da eleição, ou seja, até a próxima sexta-feira (18). Uma comissão eleitoral foi instalada para companhar o processo. As atividades já começaram nesta terça-feira. De acordo com o jornal O Globo, os membros escolhidos são os advogados Fernando Barbalho Martins, que é o presidente; Pedro Freitas Teixeira e André Luiz Faria Miranda.

O atual presidnete da entidade é o baiano Ednaldo Rodrgiues, ex-presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF). Neste ano, inclusive, será a primeira vez em em 35 anos que haverá disputa pelo cargo mais alto da entidade. Ednaldo deve concorrer com o vice Gutavo Feijó, que também quer a presidência. De acordo com as novas regras, para poder concorrer, cada candidato e seus oito vices necessitam de no mínimo oito apoios do colégio eleitoral.

Porém, quatro precisam ser de federações e outros quatro de clubes. Já os membros do Conselho Fiscal precisam de apenas um apoio, independente se for clube ou federação. Depois de inscreverem a chapa, a comissão eleitoral escolhida irá analisar os documentos para realizar o registro. Se for encontrado algum erro ou algum documentos esteja faltando, a chapa ainda possui um tempo hábil para normalizar a situação. Todos os documentos referentes as chapas vão ser disponibilizados no site da CBF. Uma chapa pode pedir a impugnação da outra. O pedido também será avaliado pela comissão eleitoral. Colégio eleitoral Ainda conforme O Globo, o colégio eleitoral da entidade é formado pelos 27 presidentes das federações estaduais, e dos 40 clubes das séries A e B. No entanto, o poder de voto é diferente. As federações têm peso 3; os presidentes dos times de série A, 2; e dos de série B, 1.

Em outras palavras, as federações têm o domínio de 57,47% dos votos, os time da série A 27,37% e os da série B 14,18%. O voto é secreto. Vencerá a chapa e os conselheiros que tiveram a maioria simples dos votos. Os eleitos já tomam posse no próprio dia 23, após a leitura da ata da Assembleia Geral Eleitoral. O período de mandato será de quatro anos, até o dia 23 de março de 2026.

 

 

 

Bnews

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos