10 de Agosto de 2022

15:40 Em prisão domiciliar, Marcos Valério não pagou multa de R$ 9,8 milhões por crimes

A defesa do publicitário Marcos Valério , condenado a 37 anos de prisão no mensalão do PT, pediu ao Supremo a progressão de regime de semiaberto para aberto. Valério, porém, ainda não pagou a multa pecuniária de R$ 9,8 milhões aplicada pela Justiça pela prática dos crimes de peculato, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, nos autos da Ação Penal 470. Valério já se encontra em prisão domiciliar, mas em decorrência da Covid-19.

Se o ministro Luís Roberto Barroso conceder o benefício, Valério poderá continuar em casa mesmo com o fim da pandemia, segundo o colunista Lauro Jardim. Faber Vieira, advogado de defesa de Valério, alega que não há como pagá-la com os bens bloqueados.

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos