20 de Julho de 2024

Pastor é preso acusado de assediar sete fiéis em cidade da Bahia

Um pastor que é investigado por assédio sexual de fiéis foi preso nesta quarta-feira (3), quando se apresentou na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jequié, no interior da Bahia. O líder religioso tinha mandado de prisão preventiva aberto no nome dele. 

Segundo a Polícia Civil, o suspeito se aproveitava de sua posição de destaque em uma instituição religiosa que não foi informada para assediar sexualmente as fiéis. O assédio era tanto físico quanto psicológico, aponta a investigação.

A Deam de Jequié diz que ele usava de sua posição de influência para "manipular mensagens de cunho sexual, carícias excessivas, elogios impróprios, relatos de sonhos eróticos, além de provocar outros atos de inconveniência em público para as servas". 

A polícia começou a investigar o caso em dezembro do ano passado, quando cinco vítimas denunciaram o religioso. Ao longo do trabalho de apuração, outras duas fiéis acusaram o homem.

A polícia diz que diligências investigativas ainda serão realizadas para esclarecer os casos, assim como novos depoimentos serão colhidos.

As vítimas vão receber atendimento psicossocial. O suspeito preso, que não teve nome divulgado, passará por exames e ficará à disposição da Justiça. 

 

Informações do Correio* / Foto: Divulgação

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos