17 de Setembro de 2019

"Decisão de reunião a portas fechadas foi definida por vereadores de comissão", diz Geraldo Jr.

Foto: Vagner Souza/ BNews

Após as comissões de Finanças e Orçamento e de Transportes da Câmara Municipal de Salvador se reunirem a portas fechadas para definir as emendas para a regulamentação dos aplicativos, na tarde desta terça-feira (20), o presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (SD) afirmou que a decisão foi definida pelos vereadores  da comissão. Nem a imprensa e nem os sindicalistas, que são parte interessada na discussão, foram autorizados a entrar, o que contraria o próprio regimento da Casa.

"Uma decisão da comissão de Orçamento e Transporte, um assunto extremamente polêmico, mas todos os vereadores desta cidade, principalmente estes vereadores que estão debatendo, logo após o término e a finalização do entendimento e da emissão do relatório, vocês terão acesso a todas essas informações", afirmou o presidente.

Geraldo Júnior explicou que se reuniu com os representantes dos motoristas de aplicativos, como Uber e 99pop, para um entendimento do que seria melhor para a cidade. "A regulamentação dos aplicativos é uma tendência local, nacional, mundial. Já falei inclusive isso para a categoria dos taxistas, agora todos nós sabemos que eu, particularmente, como presidente desta Casa e os vereadores iremos dar uma respeitabilidade a essa categoria de profissionais mais de 8 mil taxistas, que merecem o nosso respeito e os aplicativos entendem dessa forma. Não podemos levar um projeto para votação e aproveitar essa oportunidade sem que seja levantada as condições que precisam ser aprimoradas para os taxistas na cidade de Salvador e na mesma tendência a regulamentação dos aplicativos", disse.

Whatsapp

Galeria

Barcelona finaliza contratação de Neymar, diz TV
Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Ver todas as galerias

Artigos