16 de Julho de 2018

Depois de 32 anos, Brasil disputa Copa sem baianos

Após oito edições consecutivas, o Brasil vai a uma Copa do Mundo sem um jogador nascido na Bahia. O baiano de Juazeiro, Daniel Alves ficou fora da lista graças a uma distensão no ligamento cruzado anterior do joelho e ficará seis meses longe dos gramados.

 

Após oito edições consecutivas, o Brasil vai a uma Copa do Mundo sem um jogador nascido na Bahia. O baiano de Juazeiro, Daniel Alves ficou fora da lista graças a uma distensão no ligamento cruzado anterior do joelho e ficará seis meses longe dos gramados.

O outro baiano que tinha chances de aparecer na lista de Tite era Anderson Talisca, mas terminou de fora da lista final.

O último Mundial sem a presença de um baiano foi em 1986. Na oportunidade, o Brasil acabou eliminado pela França, nas quartas de final.

Os baianos Aldair e Bebeto estiveram presentes em três Copas do Mundo (1990, 1994 e 1998). Em 2002, eram quatro baianos entre os convocados. O volante Vampeta, o goleiro Dida, o lateral Júnior Nagata e o atacante Edilson representaram a Bahia no Mundial. Dida também esteve presente na edição seguinte do torneio.

Nas Copas de 2010 e 2014, Daniel Alves foi a Copa. Na última edição, teve companhia do zagueiro Dante.

Das cinco vezes em que a Seleção Brasileira foi campeã mundial, só em 1970 nenhum atleta baiano esteve presente. Nos títulos em 1958 e 1962, o zagueiro Zózimo esteve presente.

Whatsapp

Ultimas notícias

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos