17 de Julho de 2018

Mercado internacional será o foco Tricolor no 2º semestre

Mercado internacional

 

Apesar de publicamente afirmar não ter pressa para buscar reforços, o Bahia está atento ao mercado em busca de novos jogadores para seu elenco. Sem sucesso em tentativas de contratar atletas que estão no futebol brasileiro, a diretoria tricolor aguarda a abertura da janela internacional de transferências para reforçar o grupo. Para o diretor de futebol tricolor, Diego Cerri, a escassez do mercado brasileiro atinge não apenas o Bahia, mas também todas as outras equipes. Com o final da temporada em diversos países, um maior número de opções vai surgir. 

"Todo os clubes, não tenha dúvida. Ainda tem questão financeira. Você tem agora o encerramento de competições no exterior e aí te abre mais uma possibilidade de eventualmente trazer algum jogador de fora do país. Por isso, às vezes esse prazo de esperar um pouco porque pode aparecer alguma coisa de fora. O mercado interno está meio saturado. Você vai ter que achar alguém que esteja se destacando em uma divisão como Série B, Série A ou pegar alguma oportunidade em clube de Série A com jogador que, de repente, aconteceu alguma coisa errada no planejamento, não rendeu o que poderia, não está sendo aproveitado como poderia e aí resolve sair", disse, Diego Cerri, ao globoesporte.com.

Enquanto aguarda a janela de transferências para atletas que estão fora do Brasil reabrir, entre 22 de junho até 22 de julho, a diretoria segue atenta a oportunidades que possam surgir dentro do país, mas que não vai contratar apenas para justificar uma ida ao mercado.

"Se amanhã aparecer um nome muito bom, de repente, a gente pode trazer. Mas também, se não aparecer, só para trazer que a gente contratou não vale a pena", finalizou.

 

 

Fonte: Tribuna da Bahia

Whatsapp

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos