20 de Maio de 2018

Justiça nega prisão de amigos de Temer

A Justiça negou o pedido do Ministério Público Federal de prisão preventiva de pessoas próximas ao presidente Michel Temer no caso do chamado “quadrilhão do MDB”.

 

A Justiça negou o pedido do Ministério Público Federal de prisão preventiva de pessoas próximas ao presidente Michel Temer no caso do chamado “quadrilhão do MDB”.

A solicitação requeria o encarceramento do advogado e ex-assessor da presidência, José Yunes, do ex-deputado e ex-assessor do presidente, Rodrigo Rocha Loures, e do coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo, João Baptista Lima Filho.

A procuradoria também tinha pedido a prisão preventiva dos ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, além do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que já estão encarcerados.

A decisão foi da 12ª Vara Federal do Distrito Federal.

 

Fonte: Metro1

Whatsapp

Galeria

Imagens de 'close' inédito da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
FOTOS HISTÓRICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA VIU
Apresentações e treinos no Vitória
Ver todas as galerias

Artigos