27 de Fevereiro de 2024

Oposição na AL-BA aponta ausência de transparência em novo empréstimo solicitado por Jerônimo

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) não deve iniciar a tramitação do projeto de lei em que o governador Jerônimo Rodrigues (PT) pede autorização para contratar um novo empréstimo de R$ 400 milhões, sem antes ter informações detalhadas de como o recurso será aplicado. É como avalia o líder da bancada de oposição, deputado estadual Alan Sanches (União Brasil). 

“Mais uma vez, a gente vê o governador pedir autorização para tomar empréstimo num projeto carregado de vícios, que a gente já denunciou outras vezes no ano passado, porque não diz exatamente como o dinheiro vai ser gasto”, afirma. 

“Agora são R$ 400 milhões que ele coloca genericamente para segurança pública, sem dizer se é para investir em tecnologia, efetivo policial ou alguma outra coisa. Mas isso precisa ser detalhado. A gente sabe que é uma área que precisa de investimento, mas isso precisa ser feito com responsabilidade e transparência”, acrescenta Sanches. 

Este é o sexto pedido de empréstimo enviado por Jerônimo à AL-BA em pouco mais de um ano de gestão. Em 2023 foram cinco solicitações, que somaram R$ 3,7 bilhões.  

Desta vez, o PL 25.201/2024 sequer descreve em qual instituição bancária o Governo do Estado pretende captar o recurso. 

“A gente espera que o governo envie as informações necessárias para que a Assembleia possa fazer uma discussão séria do projeto”, finaliza Alan Sanches.

Whatsapp

Galeria

Bahia Farm Show apresenta exposição fotográfica sobre as belezas do Oeste da Bahia
Exposição aproximará startups agrícolas de investidores privados
Ver todas as galerias

Artigos